Enviada em: 18/07/2017

-------------“Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”. A frase do químico Antoine Lavoisier deixa nítida a relação que um país dever ter em conciliar o meio ambiente e desenvolvimento. Assim, o desastre ambiental de Mariana houve a contínua exploração de minerios, a fim de obter o máximo de lucro possível sem conciliar o espaço físico. Nesse sentido, percebe-se a transformação da natureza em atividade industrial  para o crescimento de uma empresa na qual deixam prejuízos para toda a sociedade. -------------A riqueza concentrada e a pobreza democratizada. Nesse contexto, o enriquecimento das empresas de minério deixa consequências irreparáveis ao meio ambiente e uma sociedade sem a  possibilidade de seguir em frente. Segundo estatísticas, do DNPM (Departamento Nacional de Produção Mineral) existem  299 barragens, das existentes cerca  180 estão com alto potencial de risco. Por exemplo, na cidade de Mariana, Minas Gerais, aconteceu o rompimento da barragem de fundão na qual o estrago foi devastador e o rejeito de minerio contaminou o rio doce, pricipal afluente da região. Torna-se claro, nesse sentido para um melhor desenvolvimento é necessário que autoridades procuram fiscalizar essas barragens e que tenham consciência ambiental a fim de ter progressão.  -------------Ademais, os piores prejuízos são encontrados dentro da sociedade. De fato, o acontecimeto de Mariana foi de repercussão mundial, entretanto, a contaminação do rio foi no âmbito local, cidadões comuns que sobreviviam da pesca e de pequenas plantações tiveram que serem realocados para lugares distantes o que causaram um maior sofrimento. Com isso, a população dessa cidade do interior de Minas Gerais ainda espera-se a descontaminação do rio para que assim todos esses cidadões possam voltar e continuar a viver em um local seguro. ------------- Fica evidente, portanto, que a exploração do meio ambiente de forma inadequada é a principal problemática para os desastres ambientais. Nesse sentido, faz-se necessário a elaboração de campanhas pela mídia para que a sociedade tenha consciência ambiental e ocorra desenvolvimento. Além disso, espera-se do Ministério do Meio Ambiente a criação do programa Barragem Risco Zero, que consiste em selecionar um grupo de engenheiros para fiscalizar as barragens com alto risco, sendo relevante, ainda que proíba as empresas que causaram desastres ambientais a não construção de qualquer obra considerada pesada. Só assim, ter-se à uma sociedade justa e com ampla progressão nos recursos ambientais....