Envie sua redação para correção
    Durante a segunda revolução industrial grandes impressas visando o lucro buscavam sempre rentabilizar suas produções reduzindo custos com operários e manutenção de suas estruturas. Atualmente diversos desastres de grandes magnitudes que afetaram diretamente a economia das empresas e principalmente em âmbito sócio-ambiental das populações que vivem próximas a esses locais. Essas tragedias podem ser atribuídas em sua grande maioria ao despreparo dos órgãos públicos responsáveis pela fiscalização das empresas e o descaso por parte dos grandes executivos de multinacionais com a preservação de estruturas.
       Segundo os conceitos aristotélicos a politica deveria ser uma pratica que buscasse o bem comum da sociedade, no entanto, atualmente órgãos públicos que deveriam buscar o bem comum e zelar pelo bem estar social tem de maneira inconsequente fechado os olhos para a fiscalização de grandes estruturas, como barragens. Isso se deve ao fato de que muitas das vezes essas empresas possuem uma grande influencia em alguns setores políticos até mesmo financiando campanhas. O que gera uma grande pressão de algumas empresas sobre as pessoas que teoricamente deveriam representar a população, e não os interesses de pequenas oligarquias multimilionárias.             
      Outro fator extremamente determinante e o fato de que muitas vezes grandes executivos de multinacionais por possuírem uma grande necessidade de apresentar lucro ao seus acionistas acabam sendo subservientes em relação a reparos estruturais e prevenção de acidentes devido ao alto custo para implementação dessas medidas. Um fato que comprova essa afirmação e que muitas das vezes as empresas tem total conhecimento de problemas estruturais em seus complexos, no entanto, preferem não tomar medidas para que um desastre que se apresenta em iminência de acontecer. Gerando assim inúmeros prejuízos ambientais e humanos, e uma culpabilidade maior em relação a empresa que não adotou medidas preventivas.  
       Portanto e de extrema importância que o que o supremo tribunal eleitoral juntamente com o ministério publico federal adotem medidas de fiscalização para apurar influencias de empresas sobre grupos políticos, de modo que a população seja de fato representada. Alem disso e de extrema que agencias reguladoras ajam de forma incisiva em relação a penalidades a empresas que apresentarem desvios e falta de compromisso em relação a prevenção de catástrofes e acidentes trabalhistas.