Envie sua redação para correção
    Em uma de suas célebres frases, Thomas Hobbes disse: "O homem é o lobo do próprio homem", essa frase mostra que desde a antiguidade o homem é o seu maior inimigo, e é capaz de grandes perversidades contra sua espécie quando coloca à frente os seus interesses individuais. Na contemporaneidade esta ainda é um problemática em evidência, o desastre em Brumadinho e reincidência de crimes ambientes retrata essa realidade. O que é lamentável, porque tais feitos colocam em risco a vida de muitas pessoas e espécies e diminui a qualidade de vida no planeta. 
      Em primeiro plano, é importante salientar que antecedendo o desastre na cidade de Brumadinho em Minas Gerais, houve um desastre em Mariana também no mesmo estado no final do ano de 2015. O rompimento de uma barragem nesta cidade ocasionou a morte de muitas pessoas, a devastação de ecossistemas, assoreamento de rios entre outros desastres ambientais. O filósofo Aristóteles em uma de suas citações disse que "A natureza não faz nada em vão.". Por certo, esta tragédia poderia ter sido evitada se tal exploração fosse feita de maneira segura e cuidadosa, mas na atualidade a ganância do homem é algo que tem sido colocado em primeiro lugar e a natureza vem respondendo contra isso.
       Vale ressaltar também, que estes acontecimentos colocam em risco a qualidade de vida no planeta. Portanto, o desastre na cidade de Brumadinho 3 anos após o ocorrido em Mariana também ocasionou inúmeros problemas ambientais e levou muitas pessoas à morte. Em suma, está tragédia também consistiu no rompimento de uma barragem que levou á uma devastação de lama e rejeitos nesta cidade destruindo a própria a sede da mineradora responsável e uma comunidade que vivia ali perto. Logo, a reincidência desses episódios mostra que isto precisa acabar, que os órgãos governamentais devem tomar medidas para por fim antes que haja uma maior tragédia.
       Portanto, sendo o desastre em Brumadinho e a reincidência dos crimes ambientais uma problemática de causas múltiplas e complexas, cabe ao poder legislativo que elabora leis com uma maior punição contra a mineradora responsável pelas barragens deixando como exemplo para que outras tenham mais responsabilidade. Cabe também ao Ministério do Meio ambiente que verifique e imponha medidas mais severas nos processos de mineração, afim de assegurar o bem estar do meio ambiente e da população ao redor. Cabe também as escolas que evidencie a importância do cuidado com o meio ambiente para as crianças e jovens já cresçam com essa ideía. Caso contrário a problemática se manterá, o que não se deseja.