Desastre em Brumadinho e a gravidade da reincidência dos crimes ambientais

Envie sua redação para correção
    As  barragens  e  o  descaso  com  a  vida  
    
    
      Os  crimes  ambientais  estão  ocorrendo  com  maior  frequência  e  gravidade,  afetando  milhares  de  pessoas,  cidades  e  afetando  a  vida  de  todos,  pois  não  há  como  ficar  indiferente  diante  de  tais  fatos.
      Infelizmente,  no  nosso pais  os  crimes  ambientais  têm  atingido  áreas  em  proporções  maiores,  acarretando  um  "devastamento" na vida  das  pessoas  e  nos  lugares  onde  vivem. O  desastre    em  Brumadinho  é  a  prova  do  descaso  com  os  seres  humanos  e  com  o  meio  ambiente,  pois  mediante  dados  assustadores,  envolvendo  riscos  de  rompimento  com  a  barragem,  nada  foi  feito  e  pudemos  assistir  cenas  de  um  filme  de  terror,  onde  vidas  são  devastadas,  levadas  pela  lama,  soterrando  sonhos, pessoas, flora  e  fauna. E,  mesmo  assim, nada  de  concreto foi  feito  e  a  possibilidade de novas  ocorrências  são  reais. 
      O desastre  ocorrido  em  Brumadinho  foi  ínfimo,  perto  de  tantos  outros  que  ainda  podem  vir,  caso  não  sejam  tomadas  medidas  urgentes; pois dentre  tantas  outras  barragens  que estão  em  zona  de  atenção,  a  acima  citada,  encontrava-se  nesta  mesma  lista. Diante  de  tudo  isso, as  maioria  das  mineradoras,  especialmente  as  de  maior  porte, pouco  tem  feito  para  minimizar  os  efeitos  drásticos  e  traumáticos  à  vida  de  todos  os seres  vivos; porque  as  barragens  de  rejeitos  são  como  uma  bomba  prestes a  explodir  ou  um  tsunami  de  poder  de  destruição imensurável.
      O  governo  deveria  fiscalizar  com   maior frequência  estas  barragens,  além  de  aplicar  multas  altíssimas caso  um "grão"  de minério esteja fora do lugar; além  de  proibir  este  tipo  de  barragem. Sendo  assim, se  todas as mineradoras construíssem locais para  separar  os  rejeitos, os mesmos podem ser reaproveitados na construção civil, favorecendo assim a  vida, otimizando um  futuro mais digno a todos.