Dilemas da doação de órgãos

Envie sua redação para correção
    A doação de órgãos tem vários motivos ligados a contextos diversos. Um olhar mais aprofundado revela um aumento de transplantes realizados no Brasil, provavelmente a solidariedade das famílias em ajudar uns aos outros. Por décadas repetiu-se o discurso de que os familiares não deveriam doar órgãos do seus entes queridos, para outras pessoas. Por outro lado tem pessoas ganhando dinheiro por vendas de órgãos ilegais, apesar de ter um crescimento de familiares doando , não é suficiente para todas as pessoas que esperam na fila de um transplante de órgãos. As famílias preocupados com  a saúde do seu parente preferem encurtar o caminho e compram órgãos no mercado paralelo, mas a maioria desses órgãos não tem qualidade, ou o corpo do parente rejeita aquele órgão, esse tipo de prática vem crescendo nos últimos  anos. A autorização dos familiares ou responsável é bastante complicada, pois no momento mais difícil, eles tem que decidir se aceita ou não a doar os órgãos do seu ente para outra pessoa, mas alguns fatores que  impedem para acontecer a doação como:religião,medo, emoção entre outros.  Ministério da Saúde deveria fazer uma lei ou uma emenda para que todo falecido que tiver em condições de doar, pudessem ser usados sem a autorização dos familiares, isso salvaria muitas vidas e também diminuiria a fila para o transplante. A mídia poderia fazer campanhas em todos os veículos de circulação, para incentivar cada vez mais a doação de órgãos. "Doar órgãos é eternizar uma parte de você fazer com que a gratidão faça da saudade apenas um detalhe"