Envie sua redação para correção
    O número de pessoas em filas de espera de doações de órgãos tem aumentado a cada dia . Apesar do Brasil compor uns dos maiores programas públicos de transplantes, a quantidade de doadores vêm diminuindo. Dessa forma, Deve-se analisar as principais causas dessa problemática .
        Segundo a Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos ( ABTO) , entre janeiro e setembro de 2012 , cerca de 6 mil pacientes faleceram devido mortes cerebrais e seus órgãos poderiam ter salvo a vida de 22 mil pessoas que aguardavam na fila de espera. Uma das dificuldades encontradas para interceptar novos doadores se dá devido á recusa de familiares, muitas vezes motivada não só pela falta de informações a respeito do procedimento, mas também por motivos éticos e religiosos .
         Além disso , A carência de campanhas, é uma das causas de rejeição para doar órgãos , pois a falta de elucidação a cerca do assunto faz com que o tema se torne um tabu . Dessa forma, Caso tenha algum individuo disposto a doar , isso não chega ao conhecimento de familiares e amigos, dificultando assim o aumento do número de transplantes.
         Por conseguinte, para que o Brasil melhore o seu programa de transplante de órgãos, a mídia possui um papel importante na disseminação de dados informativos a respeito do assunto. Deve-se, portanto , criar campanhas de conscientização,  com o propósito de  orientar a população a cerca da importância desse procedimento, como é feito e  quando pode ser feito, inibindo assim ,todas as dúvidas e  inseguranças que contornam a temática em questão .