Dilemas da doação de órgãos

Envie sua redação para correção
    Segundo a escritora brasileira Eliane Brum ,o mundo é salvo todos os dias com pequenos gestos.Nesse sentido, a doação de órgãos têm proporcionado uma esperança de sobrevivência para muitas pessoas .Entretanto, ainda em nossa sociedade cada vez mais tem-se negado essa incrível ação, seja pelos dilemas étnicos em que se encontra, seja pela ausência de orientações nos casos .
        O Serviço de Procura de Orgãos e Tecidos(SPOT) em São Paulo, enfatiza que muitos parentes de possíveis doadores não aceitam a doação por causa das suas crenças e costumes. Desse modo, a religião é usada como razão para que esse ato não seja efetivado, já que mesmo com incentivos de muitas doutrinas , ainda pessoas esperam que pela sua fé o quadro do enfermo se reverta. Dessa maneira , quando acontece uma morte cerebral por exemplo, os órgãos devem ser retirados de imediato, no entanto, quando isso não ocorre, o organismo vai falecendo impedindo a sua utilização para que pessoas sejam salvas. À vista disso, o respeito da opinião deve existir , mas o consentimento da solidariedade deve estar em primeiro plano.
         Além disso, persiste em nosso meio a inseguridade de doações das partes do corpo ainda em vida. Basta observar que os rins são os de maior impasse, uma vez que a carência de informações de que não há prejuízos para o doador , leva ao indivíduo o pensamento de que não vivemos só com uma unidade .Logo, observa-se que são os parentes mais próximos que oferecem quando há necessidade .Entretanto, se a orientação prevalecesse, às aflições das hemodiálises e o riscos de morte seria retirado com gesto conscientes de caridade.
        Por todos esses aspectos, portanto, o mundo retratado por Eliane só será salvo a partir da libertação do empecilhos que dificultam a sobrevivência de muitos doentes. Sendo assim, para que isso ocorra é necessário que o Governo implante projetos de especializações de médicos e psicólogos que vão ser equipados para dialogarem com as parentelas que negarem o procedimento, de forma que eles venham ceder da maneira consciente espontânea. Além que, a governança correlacionado com a mídia , venham propagar os benefícios de doar em vida e que é de forma segura e relevante.