Envie sua redação para correção
    Formado por médicos, enfermeiros e psicólogos o SPOT - Serviço de Procura de Órgãos e Tecidos atua no estado de São Paulo com o objetivo de captar órgãos que possam ser transplantados, diminuindo assim a fila de espera. O serviço possui etapas que vão desde o acompanhamento da decisão familiar até a retirada e transporte da unidade. A doação de órgãos no Brasil é considerada um desafio haja vista a falta de informação da população na hora da sentença e a necessidade de capacitação do grupo médico para que essa atividade seja realizada em todo o país.
      Estabelecido por lei, a única forma de se obter permissão para um possível transplante é através dos parentes. O SNT - Sistema Nacional de Transplante diz que uma em cada quatro famílias opta por não ser doadora e o motivo na maioria dos casos é a falta de conhecimento sobre o tema. Criou-se um certo mito ao pensar que o paciente terá sua vida abreviada para a retirada do órgão, porém trata-se de uma forma de pensar errônea uma vez que o potencial doador é aquele que teve morte encefálica declarada, ou seja, o paciente está de fato morto contudo o coração ainda bate. É importante ressaltar que o processo depende de uma escolha e que a resposta negativa será acatada tanto quanto a positiva.
      Por conseguinte, nem todos os estados brasileiros estão aptos a realizar esse serviço. Em muitos casos os paciente se mudam para as grandes cidades objetivando a entrada na lista do transplante visto que a complexidade da cirurgia exige um treinamento específico da equipe e o apoio do governo quanto a distribuição de aeronaves para o deslocamento.
      Portanto, medidas são necessárias para a reaver o impasse. Em parceria com o Ministério da Saúde e da Educação, a mídia deve realizar campanhas contínuas a nível nacional sobre a importância de declarar a família ser ou não um doador, palestras nas escolas e no trabalho com profissionais da saúde para esclarecer dúvidas e uso essencial da internet como meio de propagação. Com isso, incluir especializações para os profissionais do transplante na grade dos formandos é imprescindível.