Dilemas da doação de órgãos

Envie sua redação para correção
    Após as duas Guerras Mundiais ocorridas no século XX, a medicina obteve um grande progresso que, no cenário hodierno, possibilitou que a doação de órgãos se tornasse uma realidade. Entretanto, não foi suficiente para resolver efetivamente os problemas referentes à alta demanda de órgãos. Diante disso, tornam- se passíveis de discussão os dilemas da doação de órgãos, principalmente em relação a falta de esclarecimento ás doações e a recusa dos familiares dos possíveis doadores.
      Inicialmente, o primeiro problema a ser ressaltado sobre os dilemas da doação de órgãos, é a falta de esclarecimento do procedimento das doações. Esse impasse é motivado,pois, ainda falta melhorar a quantidade de informações em todos os meios : população, agentes de saúde e classe médica. Segundo o médico nefrologista e presidente da ABTO (Associação Brasileira de Transplante de Órgãos), Roberto Manfro, em Junho 32.952 pessoas estavam na fila de transplantes de órgãos no Brasil.
      Outro problema que dificulta a realização dos transplantes, é a recusa dos familiares dos possíveis doadores. Esse impasse é motivado,pois, segundo a professora da Unifesp, Bartira De Aguiar Roza, a dificuldade reside no fato de muitos médicos e enfermeiros não estarem preparados para comunicar más notícias de maneira respeitosa e esclarecedora.
      Faz-se evidente,portanto, um ciclo de irregularidades o qual necessita de uma intervenção. Sendo assim, ONGs devem criar campanhas de mobilização em redes sociais, evidenciando os benefícios da doação para as pessoas que recebem o órgão e informando, também, os passos do procedimento com o intuito de engajar a população para a ação e desfazer falsos informes. Além disso, os coordenadores de transplantes que atuam em hospitais da rede pública de saúde, devem passar por um curso de comunicação de críticas,oferecido pela Secretaria Estadual de Saúde, para incentivar ás famílias autorizarem os órgãos dos possíveis doadores.Dessa maneira, os dilemas da doação de órgãos no Brasil serão melhorados e muitas vidas serão beneficiadas.
    
    
    
    
    
    
    
    
    
    
    
    
    
    
    
     Faz-se evidente,portanto, um ciclo de irregularidades o qual necessita de uma intervenção.