Envie sua redação para correção
    O número de doações de órgãos vem crescendo diariamente. No entanto, esse número é relativamente baixo considerando o contingente populacional do Brasil. Nesse âmbito, percebe-se que essa problemática persiste devido à recusa dos familiares e à deficiência do sistema de saúde.
             Nessa perspectiva, é válido pensar em algumas das causas dos entraves da doação de órgãos, entre elas, a recusa da família. Sem dúvida, isso ocorre por causa da falta de informação sobre os procedimentos da doação e seus inúmeros benefícios. Infelizmente, a ideologia do conservadorismo, seja por religião, seja por costumes, deve ser posta de lado a favor da recuperação da saúde do próximo. Dessa forma, rins, fígado, córneas e coração poderiam salvar milhares de pessoas se houvesse uma maior liberação das famílias. Logo, vê-se o retrocesso ideológico da humanidade, no qual os conflitos pessoais passam por cima do bem-estar coletivo.      
            Filas enormes de espera, frustração, falta de infraestrutura e profissionais adequados são grandes obstáculos da doação de órgãos. Apesar do Sistema Único de Saúde abranger a maioria dos transplantes com êxito, ainda há algumas lacunas a serem preenchidas. Nesse viés, nota-se a falta de apoio às famílias e a falta de uma rede de comunicação e de transportes mais efetivos. Em virtude disso, infelizmente, há uma grande procura ao mercado negro de órgãos, os quais tornam esse processo mais rápido, mas menos seguro. Assim, a precariedade do sistema de saúde é notório e preocupante a toso os meios sociais.
            Portanto, percebe-se, que a negação dos familiares e o descaso do Estado são uma resistência à solução dessa problemática. Diante disso, é necessário a divulgação de informações sobre o transplante de órgãos, expondo dados e quebrando tabus, por meio de campanhas midiáticas na televisão, jornais e panfletos nos hospitais,a fim de esclarecer as dúvidas dos familiares. Paralelo a isso, a Secretaria de Saúde deve dar ênfase ao procedimento de doação, com melhorias na infraestrutura e no conjunto de profissionais, com o intuito de obter maores concessões das famílias. Assim, o número de doações crescerá.