Envie sua redação para correção
    Na Revolução Industrial, crianças e adolescentes foram incessantemente explorados sem ser levado em conta qualquer diferenciação em relação á execução do trabalho e duração da cargo horária. Atualmente, é notório que o trabalho infantil ainda seja latente, pois é um impasse que aflige diversos brasileiros, sobretudo nos grandes centros urbanos. Dentre tantos fatores relevantes para a ocorrência dessas adversidades, destacam-se: As condições financeiras das famílias, e também, a falta de intervenção do Governo.
      Um dos motivos que acarreta o alto índice de trabalho infantil é a condição financeira familiar. Isso porque, as famílias vivem em uma realidade precária, pois a uma desestruturação de pobreza absoluta, nas áreas menos desenvolvidas no Brasil. Assim, acarreta as crianças a irem em busca de uma melhoria de vida, submetendo-se a grandes jornadas de trabalho nas lavouras e campos para poder melhorar a condição financeira da família. De acordo com IBGE, cerca de 1 milhão de crianças estão trabalhando na faixa etária de 5 a 13 anos. Consequentemente, causando diversos problemas de saúde e comprometendo seu futuro,alem, de deixar a escola para irem trabalhar ,pois têm motivos associados a problemáticas sociais, como: fome e falta de renda. 
      Outrossim,vale ressaltar a falta de intervenções governamentais contra o trabalho infantil no Brasil. Assim, a busca do intenso capitalismo acarreta a esses indivíduos diversas conseqüência que muitas vezes não podem ser recuperadas ,pois são promovidos a diversos trabalhos escravos, abusos sexuais e violências. Entretanto, segundo o Estatuto da criança e do adolescente, é dever do Estado garantir a educação das crianças, todavia, é notório que esta constituição seja frágil e insuficiente para a preservação dos direitos e deveres desses indivíduos. Conseqüentemente, causa diversos impasses para o âmbito dessas crianças, como: reproduzir o clico de pobreza da família, entrar no mundo das drogas, problemas psicológicos e abandonar as escolas. 
      Dessa modo, é imprescindível que a sociedade seja sempre alerta do quanto que o trabalho infantil pode causar. Além disso, medidas saneadoras devem ser tomadas rapidamente pela mídia em parcerias com as ONGs através de ações sociais e propagandas no intuito de arrecadações de cestas básicas para doações as famílias mais necessitadas, a fim de melhorar a qualidade de vida desses indivíduos.Ademais, fiscalizações pelas autoridades competentes, deve fiscalizar e multar àqueles que estiverem usando crianças para trabalhos sem ser legalizados pela lei,a fim de levar esses indivíduos para o âmbito escolar,assim, incentivar as crianças a estudar e ter um futuro diferente dos seus pais.