ENEM 2005 - O trabalho infantil na realidade brasileira

Envie sua redação para correção
    A Constituição Federal garante a todas às crianças e adolescentes o direito de acesso à educação e a dignidade. Entretanto,na sociedade brasileira isso não está acontecendo pois,todos os dias milhares de menores são obrigados,de maneira direta ou indireta,a trabalhar em situações degradantes.Fatores como a negligência do poder público e a falta de empatia da sociedade ajudam a entender tal problemática.
      Primeiramente,vale ressaltar que as medidas governamentais estão sendo pouco efetivas na prevenção e no combate ao trabalho infantil.Tudo isso fica evidente no pouco investimento em programas sociais e educacionais para melhorar a qualidade de vida das famílias mais empobrecidas,nas quais as crianças são obrigadas a trabalhar para ajudar no sustento da família.Existe uma relação direta entre a má distribuição de renda e o trabalho infantil,visto que,pesquisas da revista O Globo revelaram que o trabalho infantil se concentra nas regiões Nordeste e Sudeste que,juntas têm aproximadamente 67% dos casos relatados no país.
      Outro fator existente,é a falta de altruísmo da atual sociedade brasileira.É comum encontrar menores trabalhando em horário escolar,para complementar a renda familiar.Contudo, o trabalho infantil é crime mas,mesmo assim muitas são as pessoas que presenciam situações como essas e não denunciam,dificultando ações da justiça.
      Por tudo isso,é imprescindível o investimento governamental no combate ao trabalho infantil no Brasil.Para que isso se concretize,o Ministério do Desenvolvimento Social,deve aumentar o investimento em projetos sociais como o Bolsa Família,para que os menores possam frequentar a escola ao invés de terem que trabalhar para ajudar no sustento familiar.Por fim,cabe ao Ministério da Justiça e Cidadania,por meio da divulgação de propagandas em todos os meios comunicativos,deve informar aos brasileiros o quanto é importante a denúncia de casos de trabalho infantil,com o intuito de facilitar a ação punitiva do Estado.