ENEM 2005 - O trabalho infantil na realidade brasileira

Envie sua redação para correção
    Pobres e inofensivas crianças
          "Capitães de Areia" é uma obra do ilustre escritor Jorge Amado. Em seu livro, é retratado a vida de garotos órfãos que necessitam cometer certos delitos para sobreviverem. De forma semelhante acontece na atual sociedade brasileira, em que crianças e adolescentes são forçados diante das circunstâncias a trabalharem para conseguirem alimentar a si mesmos e a sua família. Nessa perspectiva, o trabalho infantil é causado pela negligência do Estado, ocasionando um expressivo aumento da desigualdade social no país. 
          Em primeiro lugar, o Poder Público não cumpre com as atribuições conforme deveriam. O terceiro artigo da Constituição Federal, prescreve que um dos objetivos primordiais da União é "erradicar a pobreza e reduzir as desigualdades sociais". Além disso, em um dos demais parágrafos, afirma que é proibido qualquer tipo de trabalho a menores de dezesseis anos. Em contraste com a realidade não é possível verificar o cumprimento integral disso, uma vez que não existem programas assistencialistas os suficientes capazes de combater o labor juvenil. Dessa maneira, percebe-se que os governantes estão ignorando a Carta Magna e, principalmente o bem-estar de sua população. 
          Em segunda instância, a labuta na tenra idade, suscita outro gravíssimo problema. De acordo com o Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil, 2,7 milhões de brasileiros entre 5 e 17 anos de idade exercem alguma profissão. Esse dado é muito alarmante, pois ao invés desses garotos estarem estudando, são obrigados a desempenharem outras atividades, fato muito bem ilustrado no livro do escritor. Por conseguinte, as chances de conseguirem mudarem de vida tornaram-se quase nulas, acentuando ainda mais o processo de má distribuição de renda. Ademais, esse grupo está mais propenso em entrar em afazeres ilegais como furtos e assaltos. 
          Portanto, são necessárias medidas eficazes para atenuar ou mitigar tamanha adversidade menciona acima. Por isso, caberia ao Governo Federal investir na criação de projetos de assistência para as famílias mais carentes, já que elas têm uma maior tendência em colocarem os seus filhos em laborar. Para isso, seria fundamental o Congresso Nacional permitir uma maior liberação de verbas para a consolidação e execução desses programas. Com isso, espera-se que ao longo dos anos, os índices de desse tipo de exploração caiam gradativamente. A finalidade é permitir que todo esse público atendido consiga ter uma melhor qualidade de vida, em prol do bem comum.