ENEM 2005 - O trabalho infantil na realidade brasileira

Envie sua redação para correção
    Quando se debate a respeito do trabalho infantil no Brasil, é necessário dizer que, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e estatística (IBGE), mais de 2 milhões de crianças e adolescentes trabalham no Brasil.Diante disso, discutir como a exploração afeta as crianças e adolescentes e quais ações devem ser implantadas, pode ser o caminho para o entendimento da questão e diminuição dos números alarmantes.
     Em primeiro lugar, a exploração sexual, o trabalho em pedreiras e carvoarias são considerados os mais insalubres e prejudiciais.Por serem pessoas em desenvolvimento, o impacto físico e psicológico pode trazer sequelas irreversíveis a saúde das crianças e adolescentes.Doenças respiratórias,nas articulações e psicológicas são as mais comuns a se manifestarem nesses jovens.
     Em segundo lugar, a denuncia e a criação de leis mais rígidas ,pode ser a melhor forma de repressão ao trabalho infantil.Além disso, politicas públicas voltadas a escola integral em todos níveis escolares,ajuda de custo com bolsas para os estudantes,investimentos em equipamentos e contratação de pessoas para a fiscalização,são propostas que a longo prazo irá trazer melhorias significativas para o publico em questão. 
     Portanto, medidas integradas entre a união,os estados, os municípios e a sociedade,com políticas públicas informativas sobre o trabalho infantil, apoio psicológico as crianças e adolescentes exploradas e projetos de leis mais rígidos,irá auxiliar no combate ao trabalho infantil.Isso fomentará debates que possam gerar atitudes com vistas a solucionar o problema a médio e longo prazo.