ENEM 2005 - O trabalho infantil na realidade brasileira

Envie sua redação para correção
    Não é de hoje que no trabalho infantil é uma realidade na sociedade brasileira. Isso é apenas um dos reflexos da falta de comprometimento da administração pública com as crianças do nosso Brasil. Soma-se a isso a supervalorização do trabalho, pelos pais, com o objetivo de evitar a marginalização de seus filhos e também de valorizar a honestidade e a dignidade, por exemplo.
          De todo o Brasil, a região Nordeste é a grande campeã desta lamentável disputa, com cerca de 2,296 milhões de crianças e de adolescente que se encontram nessa situação, seguida pelo sudeste e, depois pelo sul. O poder público é um dos maiores responsáveis por esse alto índice de trabalho infantil em nosso país, pois ele se exime da responsabilidade de fiscalizar se estão sendo ou não cumpridas as leis existentes para pôr fim a essa violação dos direitos fundamentais.
          Outros motivos pelos quais as crianças trabalham são a falta de oportunidade de integração social e a pobreza, pois muitas vezes o público infantil se ver obrigado a trabalhar para ajudar e a complementar a renda familiar, infelizmente, muito são orientados pela própria família, pois além da ajuda financeira, estas vêem o trabalho como uma forma de evitar para eles o mundo das drogas, do assaltos e da prostituição, por exemplo. Isso não deixa de ser verdade, contudo, melhor seria se as crianças estivessem vivendo como crianças e não como adultos.
          Dessa forma, torna-se necessária a intervenção dos órgãos públicos,na orientação, na fiscalização do cumprimentos das leis e, na punição daqueles que colaboram para a exploração da mão de obra infantil, cabe, também, a sociedade denunciar esses abusos. Mais importante ainda, é dar a oportunidade de educação, de esporte, de saúde, de lazer a essas crianças e a esses adolescentes.