ENEM 2005 - O trabalho infantil na realidade brasileira

Envie sua redação para correção
    É considerado trabalho infantil todo tipo de atividade realizado por indivíduos que tenham menos da idade mínima permitida, fazendo com que milhares de crianças deixem as escolas para desde muito jovens auxiliarem em casa, sendo assim, os mesmos acabam perdendo uma parte da vida muito importante para seu desenvolvimento saudável. 
          Segundo dados da Rede Peteca, parte da Associação Cidade Escola Aprendiz, com o Ministério Público do Trabalho (MPT), cerca de 2,7 milhões de crianças e adolescentes, entre 5 e 17 anos, já estão trabalhando para conseguirem ajudar suas famílias. No Brasil o trabalho infantil é proibido somente abaixo dos 14 anos, de 14 a 16 anos, segundo o estatuto da criança e do adolescente, podem trabalhar, mas somente como menor aprendiz, assim n exercendo trabalhos pesados que possam prejudicar os mesmos na escola e em outros setores de suas vidas.       Aproximadamente 68% das atividades realizadas por essas crianças e adolescentes são trabalhos não-agrícolas, e apenas 32% são realizados no meio rural. Na maioria das vezes isso ocorre devido a necessidade das crianças ajudarem financeiramente a família, na qual muitas vezes os pais possuem vários filhos e uma condição financeira muito precária, fazendo com que muitas vezes os mesmos acabem tendo que trabalhar, em muitos casos, nas grandes cidades, nos semáforos vendendo bens de pequeno valor monetário.
          Apesar de todas as tentativas para acabar com o trabalho infantil, ele ainda é um grande problema no país, pois muitas vezes o sistema judicial prega a pena, mas ela acaba não sendo aplicada corretamente, assim, seria necessário mais pessoas para fiscalizar e aplicar a lei, fazendo com que ela realmente saia do papel. Juntamente com o que já foi exposto, acaba se tornando necessário que o governo busque fazer mais projetos e ações para melhorar a vida de todos, e acabar ajudando mais as famílias desfavorecidas, fazendo com que assim essas crianças possam estudar para serem mais aptos para o mercado de trabalho futuramente.