Enviada em: 12/01/2019

A Carta Magna brasileira, tem como função, garantir a dignidade a todo cidadão. Entretanto, quando se observa o cenário de desvalorização do professor percebe-se que essas condições ainda não foram aplicadas devidamente na prática. Nesse sentido, torna-se necessário avaliar as principais consequências, causas e possíveis medidas para o fenômeno.  Inicialmente, é valido ressaltar que a desvalorização enfrentada por esses profissionais, não é um fenômeno advindo da modernidade. No passado, apesar do grande prestigio social que a figura do professor sustentava, a remuneração salarial do mesmo já era incondizente com a sua importância social. Cenário que ao longo dos anos, além de desmotivar os profissionais estimula a diminuição do interece dos alunos em lecionar, o que resulta na diminuição no numero de educadores brasileiros.  Entretanto, algumas questões contribuem para a problemática. O desrrespeito enfrentado em sala de aula é hoje um dos principais fatores que corroboram para a questão. Esse cenário causado principalmente pelo descaso por parte da sociedade para com o educador, tem como reflexo a violência. Situação confirmada pelos constantes casos de professores agredidos moral, física e verbalmente, retratados em jornais.  Diante do exposto, medidas são necessárias para solucionar o impasse. Portanto, o Ministério da Educação em parceria com a mídia brasileira, deve criar projetos de educação nas escolas, que incluam propagandas televisivas, entrevistas em jornais e debates entre alunos e especialistas. O intuito de tal medida será estimular no cidadão desde a infância, a valorização do educador, bem como instruir  toda a sociedade sobre a importância desse profissional. Ademais, cabe ao governo federal formular um projeto de lei que almente o piso salarial dos professores em todo o território nacional. Dessa forma o país conseguirá garantir efetivamente o que foi previsto em sua Constituição....