Enviada em: 15/05/2017

É fato que o desenvolvimento de um estado se deve a qualidade da educação que o mesmo proporciona aos cidadãos. Outrossim, a tarefa de transmitir conhecimento do professor para com o aluno, têm sua experiência diluída em dificuldades por conta da desvalorização de sua profissão.                 No entanto, em alguns países da Europa, a profissão de professor é tão valorizada quanto a de um médico ou advogado. Tal fato ocorre porque o pedagogo forma a base de qualquer formação profissional.         No Brasil, esse problema já foi identificado a muito tempo e até mesmo posto em pauta na câmara dos deputados para sugerir uma saída para isso, mas até o momento pouco foi feito para resolver a problemática situação que os educadores enfrentam no país. Todavia, o professor não percebia a desvalorização da sociedade para com sua profissão pois seu prestígio era fruto de seu saber, e não de seu poder aquisitivo.               Conquanto, na contemporaneidade, o professor não é mais visto como símbolo de saber e exemplo, tal fato deve ser trabalhado para mude essa perspectiva e o pedagogo volte a inspirar e prevalecer como importante figura na sociedade. Para isso, as condições de trabalho do professor devem melhorar, passando assim por reformas no salário e nos seus direitos. O pedagogo deve ter auxílios para que possa manter sua vida pessoal e intelectual, por isso, dever ser criado um auxílio estudo para que o docente tenha sempre o direito de estudar e atualizar o seu saber. Também deve ser estabelecidas facilidades para quem deseja seguir carreira de professor; criação de vestibulares em universidades e bolsas de estudos parciais e integrais financiadas pelo Governo Federal....