Esporte e cidadania na sociedade brasileira

Envie sua redação para correção
    O Brasil é conhecido no mundo como sendo o país do Futebol, pelas suas diversas conquistas nesse esporte, além de muitas outras em diferentes tipos de esportes, como o vôlei. No entanto, o esporte no Brasil ainda não se consolidou como verdadeira ferramenta de efetivação da cidadania e superação de desigualdades, isso se deve, sobretudo, pelo baixo incentivo do Governo aos esportes e, consequentemente, aos estigmas e tabus ainda existentes na sociedade no que diz respeito à pratica esportiva.
          Em princípio, a negligência governamental quanto ao estímulo e oferta de estruturas para a prática de esportes é um forte causador para os baixos e alarmantes índices de pessoas que praticam esportes no Brasil. Esse baixo estímulo corrobora para a manutenção da exclusão social de grande parte da sociedade, que não possui a garantia de seus direitos e sua cidadania, aumentando, dessa forma, as taxas de desigualdade social e criminalidade no nosso país.      
          Ademais, os estigmas e tabus da sociedade na prática esportiva também colaboram para o aumento do sedentarismo e piora na qualidade de vida da população. Esses empecilhos para a prática de esportes pelas pessoas se devem, em grande parte, à falta de tempo, porém, também há o fato de que o esporte ainda não é visto por todos como uma ferramenta de ascensão social e fortalecimento da cidadania.
          Portanto, cabe ao Governo, em parceria com o Ministério da Educação, propiciar o incentivo aos esportes pela sociedade desde cedo, por meio de campanhas midiáticas que mostrem a importância do esporte como ferramenta de ascensão social, palestras em escolas e construção de quadras esportivas. Dessa forma, em um futuro próximo, o esporte no Brasil será mais valorizado e se tornará verdadeiramente um mecanismo de inclusão social e efetivação da cidadania.