Envie sua redação para correção
    Segundo o Químico francês Lavoisier, na natureza nada se perde, nada se cria, tudo se transforma. Sendo assim, introduzir uma substância que não existe na nature possui problemas. Nesse contexto, os impactos da flexibilização das leis ambientais brasileiras são a magnificação trófica e o aumento do desmatamento na Amazônia.
     Sob o primeiro viés, a Biologia possui um conceito chamado Magnificação Trófica que é a poluição do meio ambiente por de substâncias não biodegradáveis - por exemplo, Agrotóxicos -, que se acumulam ao longo da cadeia alimentar  e retornam para o ser humano, o que gera problemas como o tumores malignos. Sendo assim, a flexibilização da liberação de agrotóxicos no Brasil se mostra um problema, pois o aumento desses poluentes aumentará a incidência de câncer no campo. Prova disso, é pesquisa realizada pela Organização Mundial da Saúde - OMS - que aponta defensivos agrícolas como sendo a grande causa de câncer em moradores do campo.
     Além disso, segundo dados do Ministério do Meio Ambiente, órgãos de fiscalização como o IBAMA estão sucateados, com nenhum investimento e diversos cortes. Isso se mostra um problema pois a falta de fiscalização gera um aumento no desmatamento ilegal, sobretudo, na Amazônia. Esse fato fica evidente, de acordo com relatórios da Organização das Nações Unidas - ONU - que mostram um aumento expressivo no desmatamento da Amazônia no primeiro trimestre de 2019.
     Fica claro, portanto, que é necessária uma mudança nas políticas ambientais do Governo brasileiro. Para tal feito, é necessário que seja revogada a flexibilização nas leis ambientais e haja um endurecimento da legislação. Com isso, o Governo, deve aumentar os investimentos nos órgãos de fiscalização para proporcionar a eles o equipamento necessário no combate às irregularidades como, impressoras, carros e infraestrutura de rede para comunicação efetiva na mata, com o intuito de  identificar, punir além de desencorajar a prática ilegal e com isso, a médio prazo acabar com o desmatamento. Além disso, é preciso também que o Governo aumente a fiscalização e testes em agrotóxicos com a criação de um selo de qualidade - baixo impacto ambiental e baixo risco à saúde - que quanto maior a classificação do selo do produto maior o desconto que o fornecedor receberia do governo para comercializa-lo, com isso os produtos liberados seriam efetivamente mais seguros para o meio ambiente e para as pessoas, como resultado, a longo prazo os casos de câncer causados por defensivos agrícolas no campo seriam erradicados.