Envie sua redação para correção
    O livro "Vidas Secas" de Graciliano Ramos narra a história de uma família que sai do sertão para tentar a vida em outras regiões devido a escassez hídrica. Apesar de ter sido escrito a anos,essa ainda é uma realidade no nordeste brasileiro.Por isso, a transposição do Rio São Francisco é muito importante para essa região,porém,deve ser bem fiscalizada para que a água não seja usada para beneficiar grandes fazendeiros com a agropecuária.
        A transposição do Rio São Francisco,apesar de causar alguns impactos ambientais, vai ajudar muitos núcleos familiares,já que,vão ter acesso a água mais saudável e também poderão viver apenas da agricultura,pois,muitas pessoas e animais morrem anualmente no nordeste em decorrência da seca.No entanto, o Governo deve fazer com que os impactos ao meio ambiente sejam reduzidos ao máximo e possíveis de serem revertidos.
        Contudo,há especulações de que grandes proprietários de terras podem desviar a água para abastecer suas plantações,causando grande dano para as populações que precisam desse recurso para viver.Ademais,é preciso controlar a entrada de novas espécias de peixes nos rios,visto que,com a introdução de espécias exóticas,que podem não ser rentáveis,há chances das nativas desaparecerem e assim prejudicar indivíduos que sobrevivem da pesca.Desse modo, para não prejudicar uns em detrimento de outros, é importante que a obra seja bem planejada para o bem de todos.
      Medidas,portanto,são necessárias para resolver o impasse.Em um primeiro plano,o Governo Federal,em parceria com ONGs ambientais,podem trabalhar juntos na busca por medidas que diminuam as más consequências que o ambiente sofreu e sofrerá com as obras como a perda da biodiversidade em alguns locais.Além,também,da Polícia Federal aumentar a fiscalização,com o auxilio de aparelhos de GPS,em pontos onde as instalações já foram concluídas a fim de evitar desvio de água.