Impactos da transposição no Rio São Francisco

Envie sua redação para correção
    É patente que no Sertão brasileiro há o problema crônico da seca, e por esse motivo o governo do Presidente Lula iniciou as obras de transposição das águas do Rio São Francisco para aquela região.
          Entretanto, uma obra dessa monta, apesar de gerar benefícios por onde passar, também gerará diversos transtornos ao meio ambiente.
          Portanto, não se deve pensar somente nas benesses do empreendimento, tem-se que atenuar os impactos provenientes dessa transposição, pois serão efetuados grandes movimentos de terra, além de desmatamentos, o que provocarão alterações significativas nos ecossistemas adjacentes.
          Por isso, apesar de a água ser um bem essencial, devem ser tomadas providências com a finalidade de reduzir os impactos ambientais, tanto para as populações das áreas que irão receber as águas, quanto para aquelas que as cederão.
          Assim, o governo, que é o responsável pela implantação e manutenção do sistema de transferência desse líquido, deve adotar medidas para minimizar os impactos ambientais, tanto na fase do pré-funcionamento, quanto no período de efetivo uso da mesma. Com isso, e com o auxílio da população, os benefícios da transposição serão maiores do que os transtornos.