Intolerância e discurso de ódio contra minorias

Envie sua redação para correção
    No dia 13 de maio de 1888, a escravidão no Brasil foi abolida. Porém, com essa abolição as desigualdades sociais no país aumentaram, isso se explica pelo fato de que os negros não tiveram um apoio após a abolição da escravatura, se tornaram então, libertos sem rumo. Convém, então, analisar a discriminação sofrida por negros e o preconceito sofrido por mulheres que lutam pelos seus direitos como uma problemática na sociedade brasileira.
    Em primeiro lugar, nota-se a discriminação sofrida por negros como uma forma de intolerância a cor negra, o que provoca o racismo. No Brasil, a população negra tem mais chances de ser vítima de homicídio do que a população branca, isso se dá pelo fato dessa população desde a época da escravidão sofrer com a desigualdade social e também pelo fato de racistas tratarem os negros como cidadãos diferentes dos demais, sendo assim, usam a violência para atacar a população negra. Logo, deve-se tomar medidas para que a população negra seja tratada com respeito e de forma igual no Brasil. 
    Ademais, observa-se o preconceito sofrido por mulheres que lutam pelos seus direitos que é praticado por machistas que conceituam a mulher como ser de menor capacidade que o homem. Isso tem raízes da sociedade patriarcal na época do Brasil Colônia, as mulheres tinham um papel doméstico e acabaram não tendo um espaço adequado na sociedade, isso pode ser visto até hoje na sociedade contemporânea, com mulheres com menor espaço de atuação em áreas ditas como de atuação exclusivamente masculina. Assim, deve-se tomar medidas para a ação de igualdade de gênero na sociedade brasileira. 
    Diante disso, deve-se tomar medidas para resolver esse problema de intolerância e discurso de ódio na sociedade brasileira. Desse modo, o Estado deve fazer o combate ao racismo, por meio da criação de leis públicas que assegurem a saúde física e mental da população negra, e também que assegurem que essa população tenha direitos iguais na sociedade, com isso a população negra será tratada com respeito e de forma igual. Ademais, o Ministério da educação deve fazer campanhas de igualdade de gênero nas escolas, por meio da exposição de vídeos nas aulas que apresentem a importância da mulher na sociedade, com isso a igualdade de gênero se tornará real. Sendo assim, as minorias ganharão um espaço maior na sociedade brasileira.