Envie sua redação para correção
    A prestigiosa Teoria da Seleção Natural do naturalista Charles Darwin, explica a seleção dos mais adaptados ao meio. Na atualidade, a seleção do mundo contemporâneo vem selecionando, devido a competitividade, o egoísmo , a inveja e a dificuldade de conviver com aqueles que não seguem os padrões impostos, os intolerantes. Esses desempenham ações preconceituosas e discriminatórias, sobre as minorias. Sendo essas de acentuada desvantagem social, como os homossexuais, negros e índios. Apesar de existir algumas leis que tem por objetivo os protegerem são mal executadas.
       Primordialmente, desde muitos anos os índios e os negros são os mais atingidos com o ódio exercido 
    
    pelos intransigentes. Visto que, a partir da colonização os índios foram alvos de uma grande intolerância, com os portugueses impondo a cultura e a religião predominantemente europeia. Hoje, existe a FUNAI, que é um órgão governamental em prol dos direitos indígenas, contudo não desempenham atitudes que insira-os na sociedade. Além disso, os negros, principalmente africanos, são uns dos maiores centros de austeridade, passando por várias situações de preconceitos e discriminação. Isso ocorre porque muitas pessoas ainda possuem pensamentos de desigualdade e inferioridade sobre eles,  possuindo fúria unicamente pela tonalidade da pele.
       Outra minoria que vem sendo bastante discriminada, são as pessoas integrantes do grupo LGBT( lésbicas, gays, bissexuais e transexuais). Elas são foco de preconceitos e de grande intransigência devido a sua opção sexual não estar nos modelos impostos e defendidos por grande parte da sociedade. Por consequência, sofrem diversos tipos de violência, tanto físicas quanto psicológicas, sendo motivado pelo ódio que muitos possuem simplesmente por discordarem da opção. Atualmente, esse grupo vem crescendo e tentando conquistar um espaço para a luta de seus direitos, ademais muitas vezes são interceptados pelos intolerantes.
        Levando-se em consideração esses aspectos, o discurso de ódio contra as minorias vem crescendo e se disseminando, atuando a seleção natural de forma muito prejudicial à sociedade. Portanto, é de responsabilidade das escolas e dos órgão educacionais, relatarem os grupos menos prestigiados e as diversidades étnicas e culturais que originaram a miscigenação brasileira, de forma que as crianças e os jovens  entendam as questões discriminatórias e que  ajudem no combate ao preconceito. Sendo necessário também, que o governo impulsione órgãos que defendam a minoria, como a FUNAI para a inserção efetiva dos índios, e que trabalhe para uma igualdade social e direitos humanos abrangentes a todos.