Envie sua redação para correção
    Pela exposição de fatos, constata-se que os direitos e deveres dos cidadãos estão sendo violados de várias formas. A intolerância em todos os aspectos se retrata de formas extremamente negativas e levando também a ser expressado de uma forma oral e escrita. De acordo com a Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH), que foi aprovada em 1948 na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), é o documento a base da luta universal contra a opressão e a discriminação, que defende a igualdade entre as pessoas e reconhece direitos humanos.  
          Fatos históricos como a 2º Guerra Mundial que mostrou um dos maiores exemplos de intolerância e discursos de ódio contra a minoria e os terríveis desdobramentos por meio do Nazismo e também o Fascismo. Atualmente verifica-se que a mídia fala muito em classes minoritárias, não deveria ser assim já que por lei todos são iguais.      
          A intolerância e o ódio estão sendo pregados de várias formas, como por exemplo a política, a religião e muitas outras ideias que uma pessoa possa ter de diferente, isso acarreta discussões e desavenças. Dados policiais relatam um crescimento superior a 25% das agressões, nas mais variadas proporções, em razão do racismo, homofobia, xenofobia, deficientes, além de outras formas menos descritas. 
          De acordo com o que foi descrito, o caminho para uma nova realidade poderia ser através de palestras e debates saudáveis que falem sobre os direitos que todo o ser humano tem de liberdade de expressão. Cabe ao Ministério de educação criar um programa escolar que trate sobre a discriminação e o preconceito, para que tudo que é novo, ou novo para alguns, não seja tratado com desprezo ou intolerância, mas que o ser humano seja levado a pensar e agir com respeito ao que é diferente para ele e que o mesmo saiba que não está impune a responder pelos seus atos.