Envie sua redação para correção
    Intolerância e discurso de ódio contra minorias
       Ser intolerante significa ter falta de compreensão ou aceitação em relação à algo ou alguém. É não aceitar opiniões, ideias ou culturas diferentes, por não entender a diversidade do mundo. Discurso de ódio, por sua vez, é determinada mensagem que promove o ódio contra alguma pessoa, geralmente minorias, em virtude de suas escolhas.
         Mesmo sendo chamadas de minorias, elas estão em maior quantidade, devido a uma situação de desvantagem social. São muitas as pessoas que não têm os mesmos direitos que as outras. Geralmente aqueles que tem coisas para dizer, mas não são ouvidos, que não concordam com todas as leis estabelecidas, ou até mesmo pela cor de sua pele e opção sexual.
        Essas pessoas são diariamente insultadas tanto pela internet, quanto pessoalmente, e isso é antiético. Temos de entender que não é só por que somos de um jeito, que os outros tem de ser também. Cada um tem suas diferenças, e é assim que o mundo foi, é e continuará sendo.
        Tentando lutar contra isso, as próprias minorias fazem uso das mídias, principalmente, para se defenderam e exporem suas opiniões. Um exemplo são as mulheres feministas, ou seja, que pregam pela igualdade entre os gêneros. Por meio de textos, imagens e relatos, elas defendem sua tese de que hoje em dia ainda existem pessoas machistas, e que isso tem que acabar.
       Uma pesquisa realizada pelo blog Comunica Que Muda, através da plataforma Torabit, com o objetivo de ''medir'' a quantidade de discursos de ódio, foi analisado um total de 215.907 menções.
         Portanto, o que se tem de fazer é conscientizar as pessoas que não é só por que alguém é diferente, que deve ser desrespeitado e não ter os mesmos direitos. A melhor maneira de fazer as pessoas entenderem isso é falando, por meio de propagandas, anúncios, que ódio não vai nos levar á nada, e que às vezes o melhor a se fazer é ''olhar para o próprio umbigo''.