Intolerância e discurso de ódio contra minorias

Envie sua redação para correção
    Intolerância e discurso de ódio contra minorias
    Primeiramente, é fundamental estar informado dos conceitos do assunto. Nesse caso,  pode-se começar por minorias.  Minorias não são necessariamente os que estão em menor número em uma sociedade, mas sim em desvantagem. Estão relacionadas com o padrão estabelecido pelo grupo dominante. O discurso de ódio classifica-se como inferiorização ou incitação de ódio contra uma pessoa ou grupo, levando em consideração sua raça, etnia, orientação sexual e outros.
      Se for bem analisado, pode-se perceber que as minorias são sempre aquelas que sofrem todo o tipo de preconceito, agressão e discriminação daqueles considerados "dentro dos padrões", que variam conforme a população. Tendo o Brasil como exemplo, que tem a população extremamente miscigenada, com origem que vai de indígena até asiática, é perceptível que é uma grande hipocrisia criar um padrão brasileiro.
      O preconceito é algo social e não natural, ou seja, o indivíduo vai formando suas opiniões em relação a isso com base no está ao seu redor, mais precisamente, é o reflexo de como os familiares pensam e agem à respeito. É preciso desmontar essa aversão que as pessoas têm com tudo aquilo que não condiz com seus ideais. E é fundamental que, desde pequenas, as pessoas entendam que um ser humano é um ser humano, independentemente de sua cor, país de origem, opinião política e muitos outros fatores que diferenciam uma pessoa de outra.
      Então, a forma como agimos e falamos de certos assuntos, precisa mudar, principalmente em frente em frente a criança, que posteriormente se tornará um cidadão com suas próprias opiniões. Esse assunto também precisa ter atenção especial nas escolas, já que a mudança deve ser feita lá no início.