Envie sua redação para correção
    Intolerância e Discurso de Ódio Contra Minorias
            Mas afinal, o que é intolerância? E quem são as minorias? Intolerância é quando alguém não sabe aceitar uma opinião diferente da sua, e minorias são grupos com uma "força" menor perante a sociedade, como mulheres, negros, gays, lésbicas, transsexuais, bissexuais etc. Temos uma visão de que normalmente apenas as minorias são vítimas da intolerância, mas as "maiorias" também sofrem com o mesmo problema.
         O tema abordado está diretamente ligado à política, pois as grandes discordâncias que geram intolerância, estão ligadas com as opiniões políticas de cada um, um exemplo bem claro foram as eleições de 2018, onde governo e oposição não souberam resolver suas divergências de forma madura, o que gerou notícias falsas, agressões físicas e psicológicas, brigas entre amigos e família etc. 
          Temos uma visão de que a direita no nosso país é intolerante, e a esquerda representa as minorias, em função de a defenderem pautas como negros e feminismo, não possuir uma visão conservadora etc, mas isso não faz com que a esquerda não seja intolerante com a direita, é o que chamamos de tolerância seletiva, quando muitos esquerdistas aceitam e concordam apenas com outras visões de esquerda, uma espécie de tolerância disfarçada, vale ressaltar que isso acontece com ambos o lados. Um exemplo claro é Fernando Holiday, um político negro e direita, que por não enfatizar as causas negras e ser contra as cotas raciais para entrar na faculdade, é alvo de piadas como "branco por dentro e negro por fora" ou "capitão do mato", então quer dizer que só porque um negro não tem como prioridade defender outro negro, ele se torna branco? Óbvio que não, infelizmente muitas pessoas acabam concordando com os xingamentos anteriores.
            Mas como resolver esses problemas? A melhor solução são os debates, o estudo, o conhecimento, precisamos aprender a respeitar e aprender com a opinião do outro, mesmo que ela seja diferente da nossa, a esquerda e a direita no nosso país não vão se unir, mas podem a aprender a se respeitas e debater com mais maturidade. E quem acaba sendo vítima da intolerância,e sofre de fato com isso, pessoas que desenvolvem problemas psicológicos, por exemplo, devem procurar apoio em suas famílias ou amigos, e se isso não for possível ajuda de um profissional, e se puder, falar com o próprio agressor e tentar mostrá-lo que a intolerância não traz benefícios para ninguém. Só assim poderemos ter uma sociedade mais justa e igualitária.