Envie sua redação para correção
    A grande produção de lixo vem crescendo evidentemente. segundo o célebre químico Lavoisier "Na natureza nada se cria, tudo se transforma", a sociedade está baseada cada vez mais em produtos sintéticos. Como buscar novos modelos de sustentabilidade para lidar com o excesso de lixo?
      Com uma visão consumista do uso das matérias primas, a teoria básica da transformação química dos compostos de Lavoisier foi levado ao máximo. Por exemplo, a Unicamp mostra que em 2015 foram produzidos 78,6 milhões de toneladas de resíduos sólidos. Logo um dos responsáveis por isso são as multinacionais que dominam a produção de, por exemplo, produtos alimentícios ou eletrônicos. Consequentemente cria-se uma sociedade que valoriza o novo, entulha o detrito e polui rios e mares.       
     A produção de lixo corresponde a um dos maiores problemas ambientais, na citação de Oscar Wilde, "a insatisfação é o primeiro passo para o progresso de um homem ou de uma nação" ou seja, precisa-se sair da zona de conforto para se ter progresso na redução desses  detritos e impurezas que afetam até a saúde.
      Portanto, caberia ao governo a formação de campanhas de fontes renováveis, através da mídia, como a reciclagem. Conscientizando a sociedade e divulgando nas escolas também. Diante disso, cabe reforçar e incentivar a prática da campanha dos três R, reduzir, reutilizar e reciclar. Podendo ser um meio de sustentabilidade promovendo emprego, por exemplo, nas reciclagens de garrafas pet gerando objetos reutilizáveis e também amenizando o excesso de lixo.