Envie sua redação para correção
    É de conhecimento geral que a questão do lixo se torna um problema cada vez maior na sociedade, visto que a chegada da era capitalista possibilitou o aumento do poder de compra dos indivíduos, que por sua vez, está diretamente relacionado à produção de resíduos.
       Ademais, a gestão de lixo é um assunto de preocupação tardia ou inexistente do governo brasileiro, o que gera, hoje, um grande desinteresse em relação á sua destinação. Soma-se a isso, a existência de inúmeros lixões e depósitos a céu aberto, que trazem prejuízos ao meio ambiente e á saúde dos moradores. Dentre esses prejuízos, devem ser levados em consideração, a poluição das águas subterrâneas e solo, bem como, a proliferação de vetores de diversas doenças.
       Alem disso, existe pouco incentivo ás diversas formas de descarte do lixo de maneira sustentável, como a reciclagem e a separação do lixo de acordo com o material de sua composição. Da mesma maneira que, a desinformação dos problemas gerados pelo descarte incorreto do lixo.
       Posto isto, fica evidente que a situação da gestão de lixo é um problema que ainda deve ser solucionado. Logo, é imprescindível uma parceria entre a mídia e o Ministério da Educação que atue na formação de jovens cidadãos conscientes e informados á respeito da importância do descarte sustentável do lixo. Também é cabível, apoio orçamentário e técnico ao Ministério do Meio Ambiente aos municípios necessitados de adequação dos lixões, de modo que esses ambientes fiquem dentro dos padrões corretos. Para que sejam evitadas aumento de doenças e nem a degradação do meio ambiente.