Envie sua redação para correção
    FIZ OUTRO TEMA, PODE CORRIGIR POR FAVOR? tema: A QUESTÃO DO LIXO NA SOCIEDADE DO CONSUMO. Obrigada!
                                                                   Inédito viável 
      De acordo com Émile Durkheim, a sociedade é como um corpo biológico no qual cada órgão tem sua função. Dessa forma, para que o corpo funcione adequadamente, é necessário que todos cumpram seus devidos papéis. Diante disso, quais atitudes devem ser tomadas para amenizar o impasse da questão do lixo na sociedade do consumo?
      Em primeiro plano, deve-se entender os motivos que resultaram na grave situação atual, na qual é produzido um quilo de lixo por pessoa, diariamente, causando superlotação e descartes indevidos, consequentemente, inúmeros desastres ambientais. Nesse caso, pode-se apontar a mídia como um dos maiores causadores desse impasse, pois ela influencia a população com a política do consumismo, gerando a produção excessiva de lixo. Logo, é necessário que essa influenciadora digital faça campanhas publicitárias em prol do consumo consciente, a fim de amenizar o problema, pois nenhuma crise pode ser resolvida, sem resolver a crise de valores que a originou. 
      Outro aspecto de suma relevância, é a desorganização na questão do planejamento das cidades, devido à ausência de armazenamento apropriado do lixo. Esse planejamento deveria ser feito constantemente, devido ao elevado crescimento populacional. Além disso, com o avanço da tecnologia, o índice de lixo eletrônico gerado está crescendo exponencialmente. Portanto, é preciso que uma série de mudanças sejam tomadas para amenizar o impasse.
       Entende-se, diante do exposto, a real necessidade de ações governamentais que façam as devidas adaptações. Em vista disso, cabe à mídia, campanhas publicitárias incentivando uma vida sustentável, com o slogan dos "5R: recusar, reduzir, reutilizar, repensar, reciclar. Ademais, os aparelhos eletrônicos podem ser feitos com materiais os quais possam ser reaproveitados e reciclados futuramente. Além disso, o Ministério da Cidade, junto à Prefeitura, deve planejar, à longo prazo, locais apropriados para o descarte do lixo, com o dinheiro das parcerias público-privadas. Outrossim, pode ser feito ortas comunitárias nos bairros, para o lixo orgânico ser usado como adubo. Ademais, as escolas, em parceria com ONG's, podem ministrar palestras para os alunos e os responsáveis sobre hábitos sustentáveis. Dessa forma, com a contribuição de todos, como um corpo, a "terra onde canta o sabiá" caminhará para um país que pensa globalmente e age localmente, a fim de alcançar um futuro, como dizia o educador Paulo Freire, inédito viável.