Lixo e cidadania: “Pensar globalmente, agir localmente”.

Envie sua redação para correção
    A super produção de lixo presenciada atualmente é resultado de uma série de fatores histórico-geográficos, sendo imprescindível o entendimento desses para amenizar este problema que se torna diariamente parte do cenário urbano mundial. 
    Iniciada na metade do século XX, a revolução técnico-cientifica deu início a uma nova era nas sociedades capitalistas. O consumismo passou a ser a base de uma indústria cujos bens de consumo tornam-se constantemente obsoletos e, portanto descartáveis. Aumentando-se por conseqüência a quantidade de lixo. No Brasil a industrialização ocorrida principalmente na região sudeste do país principiou um processo de conurbação acelerado, dando origem a regiões metropolitanas mal planejadas e despreparadas para lidar com um contingente cada vez maior de pessoas e lixo. Somado esses fatores o lixo e seu mau gerenciamento passaram a ser um dos maiores desafios aos moradores dos grandes centros urbanos brasileiros, fazendo-se necessário, mais do que nunca, que exerçam os seus deveres como cidadãos para controlar e remediar seus efeitos sobre os bens naturais. 
    Neste sentido, cabe à população votar em candidatos com propostas voltadas à remediação desta problemática, sendo que uma vez eleitos devem ser pressionados a cumpri-las. A secretaria de meio ambiente pode ainda conscientizar a população acerca dos problemas relacionados à alta produção de lixo e os impactos diretos em seu dia a dia, podendo em parceria com o ministério da educação ministrar palestras à população em idade escolar, sendo orientada a conscientizar seus familiares, que uma vez conscientes poderão repensar sobre sua importância no controle dos problemas envolvendo o lixo. 
    O conhecimento das causas de uma dada problemática é o primeiro passo para saber como remediá-la e uma vez que a população é o principal vetor das transformações na sua região sua conscientização e envolvimento são essenciais para a solução deste e de outros problemas decorrentes das atividades humanas.