Lixo e cidadania: “Pensar globalmente, agir localmente”.

Envie sua redação para correção
    Lixo e cidadania : pensar globalmente , agir localmente  para promover um desenvolvimento sustentável . Ademais , a sociedade brasileira vive sob um estado mínimo visto que as obrigações sociais se reduziram . Por isso o consumismo e as desigualdades  colocam em xeque uma nação pensada para o progresso.
       Em primeiro lugar , o aumento do consumo da população  é responsável pelo crescimento do volume de lixo nos últimos anos .Vale lembrar que durante urbanização descontrolada , muito de imediato criaram-se  resoluções para o problema , sem a noção das futuras consequências no mundo . Como impacto disso famílias que moram próximas a lixões sofrem com o mau cheiro , e com vírus que transmitem doenças para o ser humano .
            Quanto ao segundo aspecto , é importante lembrar do artigo 6 da Constituição Federal , que garante o fundamental para todos . Não obstante , em municípios periféricos das regiões Norte e Nordeste , as pessoas vivem em moradias precárias , sem saneamento , segurança , trabalho . Assim , a falta de equidade na sociedade dificulta colocar em prática um desenvolvimento que garanta os direitos cidadãos a todos brasileiros .
             Destarte , em vista os fatos mencionados sobre lixo e cidadania , é fundamental a articulação de uma medida em torno de parcerias público-privadas . Em termos técnicos , deve-se por meio de isenção de impostos atrair empresas engajadas com responsabilidade social que busque informações pelo mundo para transformar essa realidade. Dessa forma , é possível prevenir  futuros problemas que o consumismo e  a desigualdade provocam à população .