Envie sua redação para correção
    Durante o Estado Novo, Getúlio Vargas utilizou do meio tecnológico da época, a imprensa, para exercer a coação dos indivíduos e implementar seu regime totalitário. Analogamente, a tecnologia, em destaque, os meios de comunicação, continua a ser uma poderosa arma para a manipulação dos indivíduos. Sendo assim, em uma sociedade na qual o público e o privado constantemente se mesclam, faz-se presente a instauração de governos ditatoriais por meio da legitimação tecnológica. 
        Em primeiro plano, é válido salientar que, na pós-modernidade, as mídias sociais são elementos fundamentais na vida dos indivíduos, que compartilham ali momentos e informações de cunho pessoal. Associado a isso, tem-se o fato da necessidade da aprovação social e de se encaixar nos padrões pré-determinados, o que leva os usuários a agirem de acordo com a moral de rebanho, proposta por Nietzsche. Atitudes padronizadas, segundo um postulado maior, baseados na ideia de aceitação por um grupo social.
      Não obstante, se por um lado existe a permissividade e falta de privacidade por parte dos usuários; por outro, os Estados se utilizam das lacunas deixadas pelos cidadãos concomitantes aos serviços de espionagem, de modo a exercerem o domínio sobre o comportamento da população. A série da Netflix, “Black Mirror”, em um dos seus episódios apresenta uma distopia, na qual as pessoas são avaliadas através das redes sociais pelos seus atos, e será essa avaliação que definirá como serão tratadas no mundo real. Não se restringindo ao espaço virtual, esse cenário já começa a se instaurar em várias localidades, como na china. Em consequência do exposto, regimes totalitários são instaurados. 
    
         Infere-se, portanto, que apesar das benéfices advindas do cenário tecnológico, o seu uso indevido pode acarretar manipulação em massa. Sendo assim, cabe ao Ministérios da educação em consonância com as escolas promover a inclusão de disciplinas eletivas de educação digital, onde, por meio de palestras, trabalhos em grupo e individuais, pesquisas e atividades em campo, ensinassem aos discentes como utilizar a internet e as mídias de modo consciente, sem expor tanto os seus dados. Ademais, cabe aos meios televisivos e cinematográficos trabalharem na população, por meio de ficções engajadas, sobre o respectivo assunto. Pois, somente assim, conseguir-se-á que a história não se repita, e o usado por Vargas, mais uma vez, seja posto em prática.