Novas formas de totalitarismo na era tecnológica.

Envie sua redação para correção
    A tecnologia, sem dúvidas, contribuiu para o avanço dos meios comunicativos; frente aos inúmeros objetos e utensílios inventados para alcançar à população. Contudo, tornou-se artifício para dominação ideológica e comportamental diante de manipulações e monitoramento. Assim, o totalitarismo faz-se presente na era digital.
       Por conseguinte, a inspeção dissimulada constante busca o conhecimento do público alvo. Dessa maneira,  as inovações de câmeras e banco de dados pessoais, privilegia a dominação por meio de propagandas direcionadas à determinados indivíduos que consequentemente alinham-se a tais ideais pregadas. Logo, a modernização converte-se em ferramenta  essencial ao totalitarismo.
            Sob esse viés, a Escola de Frankfurt analisou diversos regimes e concluiu que a racionalização é primordial para dominar pensamentos. Destarte, a elaboração estratégica de um ''filme hollywoodiano'' consiste em uma indústria cultural de massa a qual tende à inserir de modo efêmero ideologias e domínio sobre um vantajoso número de indivíduos. Desse modo,os meios tecnológicos favorecem à hegemonia em massa da população.
             Em suma, os regimes totalitários encontram-se amparados pelos meios comunicativos, e ainda mascarados por redes sociais e enredos carismáticos. No entanto, deve-se estimular a literatura de clássicos filósofos políticos o que fortalece e resguarda o raciocínio ante a manipulação. Além disso, atentar-se à discursos fascistas baseados no carisma e ódio dissimulado contra determinado grupo. Tais condutas evitam o retrocesso histórico e a instalação perpétua do totalitarismo mascarado na sociedade.