Novas formas de totalitarismo na era tecnológica.

Envie sua redação para correção
    A ferramenta de abuso mental.
          A tecnologia tornou o homem refém dela. Pois nos anos anteriores, anos 90, por exemplo, as bibliotecas eram os locais de ocupação para o enriquecimento da consciência humana, contudo, no mundo atual, a informação está na palma da mão de cada um, por um aparelho celular que tem o poder de informar, mas também manipular.
          Em primeiro lugar, as redes sociais são ferramentas primordiais na ação de controle. Porque lá está a maior parte da humanidade, ou seja, uma proposta política começa em uma tela de cerca de 5", tamanho suficiente para alienar alguém. Portanto, não é por acaso que, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou em 2018 que cerca de 94% dos brasileiros trocam mensagens pelo telefone eletrônico via internet, logo, os vídeos que contribuem com a dominação política são compartilhados entre eles.
          Em 1760, século XVII, os ingleses mostraram ao mundo o fator determinístico para o habitat atual: A Revolução Industrial. Visto que essa revolução mudou a trajetória que a civilização percorria, que fez o campo e plantações darem lugar as grandes máquinas, logo, os eletrônicos são consequências disso. Portanto, uma parte maldosa usa esse efeito histórico para intoxicar mentes humanas.
          Em virtude dos fatos mencionados, o aparelho eletrônico possui o homem, não obstante deveria ser ao contrário. Então, o Ministério da Educação (MEC) deve ter a primeira atitude, afim de pôr uma grade curricular a partir do ensino fundamental, chamada Educação Eletrônica, uma vez que muitas crianças possuem celular. Assim os futuros cidadãos terão uma consciência mais sã e serão menos engados pelos enganadores políticos.