Envie sua redação para correção
    "Todos os seres humanos nascem livres e iguais."
       O Totalitarismo ocorre quando um líder de determinados grupo social tenta controlar, manipular, impor e punir o comportamento das pessoas. Ao longo dos séculos, a humanidade já vislumbrou vários governos totalitários, tais como o da Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial, a Ditadura do Brasil em 1964 e a atual situação política da Coreia do Norte. Todavia, no século XXI surgiram formas de totalitarismo diferentes das que os livros de história retratam. Assim, as várias tecnologias da informação que deveriam dar mais liberdade aos indivíduos estão os aprisionando, na verdade. Portanto, é importante que a sociedade identifique as novas formas de extremismo e encontre maneiras de lutar contra o mesmo.
       É importante considerar, de início, que ai utilizarem a internet, especialmente as redes sociais, a população não tem ideia do real risco que corre. Exemplificando isso encontra-se Mark Zuckerberg, criador do Facebook, maior rede social do mundo, que está sob investigação do Governo Norte Americano após denúncia de vazamento de dados dos usuários para empresas. Além disso, é válido pontuar a grande invasão de privacidade de seus cidadãos que o governo chinês pretende fazer. Os totalitários em questão decretaram que até 2020 toda à China estará cadastrada em um sistema de monitoramento de comportamento. Com isso, é perceptível que o extremismo atual tem novas formas de manipulação e controle.
       É necessário dizer, ainda, que muitas vezes o totalitarismo na era da tecnologia advém de cidadãos comuns que não sabem debater adequadamente e respeitar às diferenças. Por consequência, não é preciso grande esforço para que se encontre mensagens de ódio na internet, assuntos como política, violência e feminismo atraem os haters (Do inglês, os que odeiam). Por conseguinte, nota-se a gravidade do extremismo nas novas tecnologias e assim algo deve ser feito para contê-lo. 
      Em suma, segundo a Declaração Universal dos Direitos do Homem e do Cidadão, todos os seres humanos nascem livres e iguais. Logo, é dever do Estado resguardar a liberdade dos mesmos e punir todos àqueles que tramarem contra o direito de liberdade. Por isso, o Governo através do Poder Executivo, Legislativo e Judiciário deve criar uma legislação detalhada para as novas tecnologias. Essas leis deverão punir o vazamento de dados, tentativas de manipulação e violência. É importante também a criação de uma plataforma de denúncias para comportamentos virtuais inadequados. Esse veículo deve ser criado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e inovação e funcionará como canal entre a população civil e autoridades. Com isso, espera-se que a era tecnológica se torne menos totalitária.