Novas formas de totalitarismo na era tecnológica.

Envie sua redação para correção
    No livro 1984, clássico britânico, é narrada uma distopia a qual o estado vigente, por meio de vários aparatos culturais e de revisionismo histórico, controla a sociedade de acordo com os seus interesses, sendo os cidadãos até mesmo vigiados e doutrinados durante todo o seu dia. Hodiernamente, devido as tecnologias da 4° revolução industrial, é possível observar como a fragilidade na segurança dos dados privados tem resultado na formação de novas formas de totalitarismo, abalando a liberdade do indivíduo.
      A priori, observa-se um contraste no assunto, enquanto cada vez mais a Internet facilita o cotidiano das pessoas, mais riscos ao sigilo de dados privados são criados. No ano de 2013 o mundo assistiu espantado ao Caso Snowden, o qual um ex-técnico da CIA vazou que o governo dos EUA utilizavam dos servidores de empresas como a Google para espionagem, sendo até mesmo a Dilma Roussef alvo. Tal noticia expôs a insegurança existente na nova era tecnológica. 
      Por conseguinte, graças ao campo fértil com informações pessoais da população é possível que tais dados sejam utilizados para controlar a sociedade. Um exemplo é a aplicação do algoritmo nas páginas de busca, o qual analisa as escolhas e preferências individuais de acordo com o comportamento na internet e após um tempo o próprio site passa a sugerir produtos, videos ou noticias de acordo com seus "gostos", influenciando as escolhas do internauta e relativizando a liberdade do mesmo.
      Infere-se, que a segurança dos dados é uma nova necessidade na sociedade do século XXI, portanto soluções são necessárias. Para reverter esse quadro é preciso que o Ministério de Tecnologia invista em formas de atendimento da população, isso pode ser feito por meio da especialização de parte da Policia em casos de crimes cibernéticos, acompanhado de uma legislação punitiva a crimes de roubo de informações. É necessário que o legislativo também limite o uso de dados pessoais, sem autorização, pelos sites de busca. Desta forma, evitando que, semelhante ao que ocorria no 1984, o governo ou empresas formem novos estados totalitários.