Novas formas de totalitarismo na era tecnológica.

Envie sua redação para correção
    O totalitarismo é definido por  ter o poder nas mãos de um único governante. Além disso, o líder toma decisões políticas conforme sua vontade, faz o que bem quiser e o povo fica a merce, sem espaço democrático, tampouco direitos individuais. Dessa forma, vive-se na atualidade esse ciclo novamente, porém com algumas nuances e pautado na era tecnológica.
            Sabe-se que essa nova geração informatizada espera e se preocupa com as tendências, moda que a mídia impõem em cada período. Ainda convém lembrar que essa posição não depende da decisão em conjunto das pessoas e sim do que é decidido por um único meio, as redes sociais. Logo, essa era de oscilações rápidas, pode deixar lacunas na vida dos seres humanos, assim, como o nazismo deixou e são feridas que demanda tratamento continuo. 
          Além disso, no meio digital pode ser mencionado qualquer tipo de comentário uns bons e outros impetuosos sem censura e filtro. Podemos mencionar que no século XIX, ainda era diferente o comportamento, deparava-se com as histórias do escritor Machado de Assis, que eram lindas e muito respeitada por suas grandiosas obras, a leitura de um de seus livros ''Dom Casmurro'' perpetuada e consagrada, passava de geração para geração. Sendo assim, não há mais esse padrão na contemporaneidade, pois, tudo demanda uma rapidez e a duração é de pequena absorção.
          Portanto, a tecnologia é uma forma de totalitarismo. Nesse sentido, cabe a sociedade junto com os governantes criarem projetos que estimulem o auto controle dos usuários das redes mundiais, com iniciativa de leitura de obras consagradas que agregue conhecimentos com valores intelectuais. Logo, fazer uso dessas inovações para melhoria do povo racional, esse que é capaz de construir e inventar coisas imagináveis, porém concretas que só tem a cooperar para o desenvolvimento da humanidade e não para a estagnação.