Envie sua redação para correção
    Segundo Gandhi, o futuro depende do que fazemos no presente. Nesse sentido, entender e combater o aumento do uso de álcool na sociedade  brasileira é evitar problemas exponenciais que este hábito causa. Logo, convém analisar a visibilidade das bebidas alcoólicas e o contexto do qual é inserido na comunidade, que levanta-se como um grande desafio para o século XXI.
        Primeiramente, é notável que a presença de um grande número de propagandas, nas mídias abertas, tem antecipado o contato dos jovens com o produto. Segundo pesquisas divulgadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde), o brasileiro consome 2,5 litros a mais, de bebidas alcoólicas, que a média internacional, que é 6,4 litros. Isso acontece porque, apesar de algumas medidas existentes, o acesso ao álcool no país é muito irrestrito. Desse modo, jovens menores de idade, que por lei são proibidos de consumir bebidas desse gênero, estão tendo acesso a mesma e consumindo-as cada vez mais cedo, aumentando assim os riscos da dependência.
         Em segundo plano, o consumo  da bebida está associado a um momento de prazer, o que desvincula o indivíduo da realidade agitada e ansiosa  do mundo moderno. Sob  ótica do pai da psicanálise, Freud acreditava que os veículos intoxicantes prestavam serviços na luta pela felicidade e este era tão apreciado que se tornou permanente na busca pelo  libido. Nessa perspectiva, é nítido que a visão do psicanalista  aplicasse a realidade brasileira de abuso de substancias alcoólicas e na sociedade fluida da pós-modernidade. Consequentemente, há um aumento nos gastos  públicos em saúde, já que  o consumo de bebida alcoólica  além de causa dependência desencadeia vários problemas de saúde como a cirrose, que não possui cura.
       É imprescindível, portanto, a resolução de tal problemática. Assim cabe ao MCTIC, Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicação, vencer o lobbys da indústria álcool e promover políticas de restrição ao horário  de propagandas do produto, visto que a publicidade é uma grande meio de influência social. Da  mesma forma, a cobrança de maiores impostos sobre empresas dessa área, pelo Ministério da Saúde, irá garantir o subsídio  dos custos da saúdes com tratamento e reabilitação dos consumidores. Compreende-se que tomada essas medidas faria do presente sua máxima.