Envie sua redação para correção
    Atualmente, é imprescindível afirmar que o uso excessivo do álcool é uma grave problemática para a saúde pública nacional. Observa-se que, o excesso de álcool tange a sociedade brasileira desde período da adolescência até os idosos, culminando toda a sociedade com a facilidade do seu uso. Sendo assim, diversas são as consequências que o álcool traz para a sociedade, desde a sua individualidade até a sua pluralidade, trazendo grandes impactos na vida social e na saúde dos indivíduos. Dessa forma, medidas preventivas são necessárias. 
         É indubitável que há razões claras e específicas para que a sociedade use de forma abusada bebidas alcoólicas. Dentre esses motivos, destacam-se problemas familiares, financeiros, indivíduos com transtornos psíquicos e também, a vulnerabilidade social que acomete diversas pessoas vítimas de preconceito no Brasil. Logo, pelas bebidas alcoólicas serem de fácil acesso nacionalmente, são usadas com frequência principalmente como rotas de fuga e diversão no meio social.
         Sendo assim, é irrefutável afirmar que a ingestão de álcool em excesso traz graves consequências no âmbito familiar e social das pessoas. É citável, a embriaguez causada pelo uso excessivo, por exemplo, podendo levar a mortes causadas por acidentes de trânsito e danos físicos, morais e psíquico na vida familiar como a violência doméstica. Além disso, o uso inadequado pode levar ao alcoolismo e a problemas de saúde, causando também o desenvolvimento de transtornos psicológicos.
         Conclui-se assim que, o abuso do álcool na sociedade brasileira advém pelo seu fácil acesso, acometendo diversos indivíduos jovens e adultos e levando consequências drásticas a vida individual e a sociedade como um todo. Sendo assim, faz-se necessárias, maior fiscalização e controle das vendas em bares, restaurantes e supermercados além de leis que restrinjam a compra e campanhas e anúncios televisivos abordando sobre o tema. Além disso, a busca de psicólogos e psiquiatras são necessários para tratar possíveis transtornos sofridos por esses indivíduos.