Envie sua redação para correção
    Na Antiguidade Clássica, os primeiros vestígios de bebidas alcoólicas foram produzidos a partir de um incidente com a fermentação de algumas frutas.Em virtude da pequena produção, essas bebidas eram distribuídas apenas para os nobres, com o objetivo de anima-los em celebrações. Hodiernamente, no que concerne o uso de álcool pela sociedade brasileira, é notório que é feito de forma extremamente abusiva. Certamente, esse problema, cuja causa relaciona-se a dificuldade de lidar com frustrações gera consequências negativas para toda população.  
     A priori, vale ressaltar que os desafios de lidar com as decepções cotidianas são gatilhos para o uso excessivo do álcool. Incontestavelmente, isso ocorre devido à sensação de prazer fornecido pela bebida. A título de ilustração, cabe citar o livro "Sociedade do Cansaço" do filósofo Hyung Chul Han, o qual aborda que a sociedade hodierna vive em um demasiado cansaço causado pela constate busca da perfeição inalcançável. Dessa forma, conclui-se que as bebidas alcoólicas são usadas como válvulas de escape para fugir desse ciclo e buscar o prazer efêmero. 
     Consequentemente, de acordo com o site de notícias G1, 3 milhões de pessoas morrem por ano, vítimas do uso abusivo de álcool. Sem dúvidas, essa tragédia ocorre devido à desestabilização cognitiva causada por essa droga lícita. A cerca desse tópico, vale mencionar o documentário "The truth about alcohol", sobre o qual relata experiências realizadas com pessoas diferentes, com o fito de comprovar as várias reações em cada uma. Nesse sentido, prova-se que não existe quantidade de álcool ideal. 
     Destarte, para atenuar o uso abusivo de álcool como válvula de escape no Brasil, o Tribunal de Contas da União, órgão responsável pelas finanças do país, deve direcionar capital para que por meio deste, seja investido em profissionais qualificados, para realizarem palestras motivacionais em postos de saúde. Ademais, a Mídia Televisiva deve alertar a população por meio de propagandas sobre os efeitos das bebidas alcoólicas, para que estas sejam usadas conscientemente como na Antiguidade Clássica.