O abuso de álcool na sociedade brasileira

Envie sua redação para correção
    São inúmeros os efeitos colaterais que o abuso do álcool podem trazer para todo o corpo, o mais conhecido, por exemplo, é a dependência dele, isso devido ao seu uso constante. É de fundamental importância, que os pais alertem ainda na fase da adolescência dos filhos sobre tais efeitos, pois segunda uma pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), constatou que 70% dos jovens já experimentaram bebida alcoólica, aumentando assim os ricos de obterem doenças na vida adulta.
           Muito se fala que as pessoas do sexo feminino são "frágeis'', e em termo de bebida alcoólica isso se torna uma verdade, pois para as mulheres há uma maior rapidez para que seja desenvolvida a dependência do álcool, além de apresentar mais alterações emocionais quando bebem. Atualmente as mulheres estão alcançando os homens no consumo do álcool, o que antes isso era mais comum para o sexo masculino, mas a sociedade vem se modernizando cada vez mais e ampliando formas de pensamento, infelizmente sem estar ciente de alguns riscos de saúde.
           Várias pessoas morrem por abusar demais do uso do álcool, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) cerca de 3,3 milhões de pessoas morrem todos os anos, mas em algumas situações ocorre a morte psicológica, em que as pessoas esquecem do mundo, amigos, familiares e a única coisa que importa é o álcool, em alguns casos saem de casa e vão viver nas ruas, infelizmente ficando viciados e achando que não tem solução para esse problema.
           Em virtude dos fatos mencionados, é de fundamental importância o auxílio dos pais na conscientização durante a adolescência, com conversas e demonstração de fatos reais, com o propósito de incentivar o não uso de álcool, para evitar problemas futuros. Além disso as escolas também podem auxiliar com palestras e projetos sobre tal assunto, é preocupante ver que a cada ano que passa os números de pessoas viciadas em bebidas alcoólicas só aumenta. A maior solução para esse problema é alertando os adolescentes as complicações de saúde causadas no futuro, pelos seus hábitos durante essa fase que serão levados para a vida adulta.