O abuso de álcool na sociedade brasileira

Envie sua redação para correção
    O filme "Se beber não case" retrata como o uso de álcool pelos protagonistas afetou suas vidas frente a um casamento já marcado, como o esquecimento dos ocorridos na noite anterior. Fora da ficção, essa é uma realidade presente no cenário atual, sendo o abuso de bebidas alcoólicas no Brasil um dos problemas sociais mais pertinente na sociedade. Posto isso, entende-se que a cultura do país  e suas implicações no coletivo são fatores necessários para o entendimento da problemática.
             Inicialmente, é preciso considerar a cultura do país um fator decisivo para a explanação do fenômeno. Percebe-se que algumas instâncias da sociedade, por exemplo músicas, publicidades e filmes, naturalizam o consumo exagerado de álcool em suas produções, simplificando seu hábito como inofensivo e divertido. Essa falta de discussão sobre o problema explica o fato do consumo da bebida estar a 8,9 litros por pessoa no Brasil, acima da média mundial de 6.4 litros, de acordo com a Organização Mundial da Saúde - OMS. Assim, é preciso conscientizar a população acerca das consequências dessa problemática e evitar que essa prática seja glamourizada no consciente brasileiro.
             Além disso, é necessário analisar as consequências desse abuso no coletivo brasileiro. O Cortiço, de Aluísio de Azevedo, por exemplo, mostra Jerônimo, personagem secundário da obra, um português que antes era trabalhador e depois do seu contato com o álcool, tornou-se improdutivo e violento. Consoante a essa ideia,o abuso da bebida pode desencadear processos de irritabilidade, improdutividade, perda de memória e até envelhecimento precoce. Logo percebe-se  a necessidade de discutir sobre esse problema e evitar que mais indivíduos apresentam tais sintomas a fim de combater esse mal no Brasil.
              Portanto, entende-se que o abuso de bebidas alcoólicas na sociedade brasileira é um real problema para o país. Diante disso, o Ministério da Educação deve priorizar essa discussão em salas de aulas de ensino fundamental, com objetivo de informar as crianças acerca do assunto e reduzir que essas tenham o contato precoce com a bebida. Isso é necessário, uma vez que o país apresenta uma cultura favorável a formação de hábitos danosos para a sociedade. A realização dessa medida se dará por meio da mobilização da sociedade organizada, via manifestações e palestras, para que se construa um coletivo saudável. Apenas assim, o Brasil não terá mais uma realidade semelhante ao do filme "Se beber não case".