O abuso de álcool na sociedade brasileira

Envie sua redação para correção
    O filme Vício Maldito, mostra a história de um casamento conturbado devido aos abusos do marido com o álcool que acaba levando a esposa para o mesmo caminho e assim desestruturando sua família. Esse longa pode facilmente ser aplicado a questão  do abuso de álcool na sociedade brasileira, já que nele nota-se o quanto esse exagero é prejudicial para a população e acaba levando a graves consequências irreversíveis. Essa situação é fruto inegável capitalismo por exigir muito dos indivíduos  e acaba levando a conflitos pessoais encontrando refúgio no álcool. Assim, entre os fatores que aprofundam essa realidade, destacam-se a escola que falha ao tratar o tema junto a mídia equivocada.
    Em primeiro plano, percebe-se que a escola ao não dar ênfase no assunto aliada aos excessos do capitalismo resultam no abuso de álcool na sociedade. Isso ocorre porque  as instituições escolares não conseguem promover um amplo debate sobre o alcoolismo visando ensinar seus alunos sobre as consequências e como evitar esse ato. Esse pensamento é análogo ao que afirma o jornalista Caco Barcelos, para quem ´´A culpa não é de quem não sabe, é de quem não informa´´, já que a escola é culpada de se omitir da função humanística de se posicionar sobre o abuso de álcool e seus frutos.
    Além disso, é imprescindível observar que a mídia alienadora , somada ao capitalismo que exige muito dos cidadãos, contribuem para o abuso de álcool na sociedade. Isso acontece pois a mídia ao mostrar em suas programações a demasia de álcool como algo adequado e não focar nos seus reais problemas para a sociedade, constrói um imaginário coletivo de aceitação e ânsia com essa prática. Essa reflexão está em paralelo ao que defende Confúcio, para quem ´´Saber o que é correto e não o fazer, é falta de coragem´´, já que a mídia é ciente da importância de tratar assuntos sobre o exagero com o álcool de forma crítica para alertar as pessoas e não o faz por interesses pessoais. 
    Diante do exposto,  é importante estacar que o abuso de álcool na sociedade brasileira têm como origem clara o capitalismo. Dessa forma, para solucionar esse quadro, o Governo Federal, em parceria com o Ministério da Educação, deveria um Programa Nacional de Combate ao Abuso de Álcool, que propusesse ao Congresso, a criação de leis que alterassem as Diretrizes Curriculares Nacionais ao acrescentar o abuso de álcool e suas negatividades como conteúdo de disciplinas ao longo do ensino médio. Além disso, esse Programa deveria propor que verbas fossem deslocadas do orçamento para o treinamento de profissionais da educação  para orientar jovens e familiares sobre essa temática. Seria necessário também que o referido programa contemple a inserção de propagando informativa, veiculada a mídia audiovisual, acerca da necessidade de a sociedade compreender o abuso de álcool como algo prejudicial e assim alcançar uma sociedade digna e pacífica.