O aumento de DSTs entre jovens brasileiros

Envie sua redação para correção
    Em "Memórias Póstumas de Brás Cubas", o defunto autor de Machado de Assis enuncia em seu último capítulo, "Das Negativas", que não  teve filhos e não transmitiu a nenhuma criatura o legado de nossa miséria. Quiçá, hoje ele percebesse o quão acertado de sua decisão foi, uma vez que os casos de jovens diagnosticados com DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis) vem aumentando consideravelmente na sociedade brasileira. Nesse âmbito, não só  a banalização dos males como também a falta de proteção são os principais causadores da disseminação dessas doenças sexuais.
    
                      É importante pontuar, de início, que a perda gradativa do medo dos jovens brasileiros  de contrair Aids,Sífilis e úlcera genital advém em especialmente da despreocupação dos problemas acarretados pela doença, visto que por causa dos avanços medicinais os infectados praticamente desfrutam de uma vida normal na sociedade. Além disso,com a banalização dos males as pessoas começaram a abrir mão de se proteger não só nas relações sexuais como também na contaminação de fluidos corporais que possuem agentes causadores da DSTs. Com isso, segundo a Secretaria da Saúde foram registrados 29 mil novos casos de jovens com doenças sexuais,no entanto,esse dado corresponde com uma parcela dos jovens,uma vez que os jovens podem ser portadores em forma de incubador, isto é o infectado não manisfesta nenhum sintoma.
                            Convém ressaltar, ainda, que os jovens brasileiros vem contraindo a DSTs não mais por falta de conhecimento referente a doença ou a forma de contágio, haja visto que as informações não só estão mais acessíveis como também houve um aumento de campanhas publicitárias emitidas pelo governo.Com isso, de acordo com o Ministério da Saúde o aumento dos casos de doenças sexualmente transmissíveis advém da ausência  de proteção correta por parte da população. Nesse âmbito, destaca-se principalmente a falta do uso dos preservativos, a qual consequentemente caiu em desuso podendo não só acarretar doenças sexuais como também muitas vezes uma gestação indesejada.
                           Infere-se, portanto, que as doenças sexualmente transmissíveis é uma problemática que  vem aumento por causa do descaso  dos jovens frente a doença, a qual deve ser combatida. Dessa forma, cabe ao Ministério da Saúde, por meio da mídia, como também por meio das escolas, aumentarem ainda mais as campanhas publicitárias e distribuir preservativos aos jovens,a fim de conscientizar sobre os males que ainda persiste as DSTs e a importância da prevenção a qualquer tipo de contaminação. Com isso, poder-se-ia transformar  a sociedade brasileira positivamente, a qual Brás Cubas pudesse se orgulhar e transmitir o seu legado.