Envie sua redação para correção
    As DSTs, doenças infeciosas transmitidas principalmente através do contato sexual sem proteção vem sendo um grande empecilho atualmente, isso pois há um grande e recorrente aumento de DSTs,como a sífilis e a aids, entre os jovens brasileiros. O aumento de doenças sexualmente transmissíveis entre os jovens brasileiros esta relacionado a banalização das doenças, do não uso do preservativos e da falta do medo, fator que foi de grande importância para a queda de proliferação de doenças sexuais no passado, tendo em vista que na época não era possível conviver com as doenças.
             A banalização de doenças e contágios é parcialmente responsável pelos terríveis aumentos nos índices de DSTs no Brasil, segundo o ministério da saúde foram cerca de 38.090 casos de aids registrados em 2016.Tais banalizações geram outros agravamentos como o não uso da camisinha,um dos mais importantes métodos preventivos existentes, no Brasil camisinhas são oferecidas de graça e em grandes quantidades em todos os postos de saúde, visando o seu uso correto por toda classe sexualmente ativa, porém o uso desse recurso é minima pela população, pesquisas apontam que 6 a cada 10 pessoas não usam o preservativo durante o ato sexual e grande parte nunca fez testes de DSTs na vida, isso contribui fortemente para o aumento de proliferações infecciosas .
                Atualmente, com o enorme avanço da medicina, é possível conviver com as DSTs, o que acaba amenizando a importância das prevenções e do medo do contágio, o que era diferente da época da epidemia da aids e de outras doenças, a partir de 1981 a aids se tornou um medo recorrente e grandes nomes da época faleceram diagnosticados com HIV,como Freddie Mercury vocalista da banda Queen. Muitas pessoas tem a doença e não sabem com isso transmitem á outras pessoas aumentando ainda mais a contaminação.
                A falta de propagandas e de exames mais acessíveis por parte dos agentes de saúde pública é crucial para a combatência desse enorme problema, assim como a distribuição mais acessível de preservativos a toda população,a campanha governamental sobre DSTs para aumentar a conscientização da sociedade sobre o assunto e tirar o tabu existente,sendo essencial o aprendizado de DSTs nas escolas, para alertar o futuro do país sobre formas de proteção e como as doencas atacam nossa saude.