O aumento de DSTs entre jovens brasileiros

Envie sua redação para correção
    A população brasileira é essencialmente composta por jovens de diferentes etnias, classes sociais, religiões, entre outras características que compõe a cultura do Brasil. Diversas questões são discutidas sobre esses jovens e entre eles, porém nos últimos anos, as doenças sexualmente transmissíveis deixaram de ter atenção no cenário. Muitos adolescentes, principalmente, não conhecem as causa e sintomas, isto é, podem estar infectados e não percebem, desencadeando uma corrente de trasmissão.
     Percebe-se, então, que a principal causa do aumento de DST´S entre os jovens é a banalização dessas doenças. A geração atual não presenciou a crise da aids, HPV, sifílis, etc. e por isso não tem a real noção da gravidade desse problema, essas doenças deixaram de ser temidas. Tal fato é evidenciado pelo perfil dos infectados, traçado pela Secretaria da Saúde, que é entre 20 e 29 anos, e majoritariamente não fizeram o uso de preservativos. É importante salientar que a camisinha é o único método de proteção contra as DST´s.
     A negligência da proteção durante o sexo é muito mais preocupante do que algumas outras doenças, pois há DST´s que se manifestam anos depois, aumentando o número de infectados e gerando consequências a longo prazo, como o câncer e a infertilidade, isso quando não ocorre a morte. É fato que para a maioria dessas doenças há tratamentos, porém, o infectado se torna refém da indústria farmacêutica, uma vez que ele se torna dependente dos remédios. Além disso, o estilo de vida do jovem que possui a DST precisa ser muito mais cuidadoso, consigo mesmo e com os outros a seu redor, visto que seu sistema imunológico torna-se mais fragilizado, e há a possibilidade de transmissão do vírus.
     Nos últimos cinco anos, surgiram 29 mil casos de infectados no Brasil e é preciso que a sociedade tome atitudes para mostrar aos jovens brasileiros a importância do uso de preservativos para se proteger das DST´s. A falta de informações, hoje em dia, é muito preocupante, uma vez que as poucas campanhas publicitárias estão em mídias que não atingem o público jovem. É preciso que o Ministério da Saúde publique nas redes sociais campanhas de prevenção, alertando sobre as consequências dessas doenças e informando sobre a importância dos exames e vacinas e a disponibilidade de camisinhas gratuitas em postos de saúde. Além disso é essencial que os jovens tenham conhecimento e discutam sobre as consequências das DST´s, e um caminho para isso é o investimento em filmes e séries que retratem os casos, de maneira que influencie o jovem a se prevenir, como o filme britânico "Bohemian Rhapsody" impactou todos, através do trágico fim de Fred Mercury, vítima da aids e isso gerou muita discussão entre o público jovem sobre a real gravidade das DST´s.