Envie sua redação para correção
    O carnaval como da nacionalidade brasileira, é por sua vez uma festa grandemente lucrativa para as altas hierarquias do país. E para muitos brasileiros, essa é uma das melhores épocas do ano, mas pouco sabem, que tudo que importa nessa festa " democrática", é somente o que está dentro da sua carteira. E além disso, o Brasil por esse motivo, continua sendo conhecido pelos estrangeiros, como um país que "só serve para festa. E os brasileiros sabem que não é assim que funciona o país.
        Apesar de ser um evento altamente lucrativo, o "povão" não são os que lucram com isso, muito pelo contrário, são usados, e muitas vezes oferecem serviço comunitário na época do carnaval.
        O carnaval é uma festa que atrai milhões de brasileiros, e vários estrangeiros, mas muitos sabem que além dos gastos totalmente desnecessários do dinheiro público, muitas coisas consideravelmente ruins acontece durante essa época. 
       Muitas mulheres engravidam sem sequer saber quem são pais de seus filhos, drogas ilícitas são utilizadas descaradamente, muitos assaltos, assassinatos, também são comum nessa época. É claro que isso não é por culpa da festa em si, mas pela irresponsabilidade, imprudência, e falta de segurança por falta dos órgãos públicos.
       Para que além desses problemas, o Brasil deixe de ser visto "lá fora" como o país do carnaval e do futebol, onde acredita-se que não é um país de pessoas trabalhadoras, mas sim, de gente que só vive de festa, os governantes devem diminuir com gastos desnecessários como os do carnaval, que chegam a uma quantidade exorbitante, que poderia ser investido em outras áreas, como por exemplo, a saúde, educação, que estão praticamente abandonadas no Brasil. 
        Tem como festar, mas há jeitos mais baratos de se fazer isso. Pequenas cidades do interior, conseguem festar sem gastar muito, somente com o apoio da população. E é assim que devemos agir. Festas são importantes, mas não são nem de longe uma prioridade.