Envie sua redação para correção
    O carnaval é uma das principais características que formam a identidade cultural brasileira. Identidade essa que já se torna uma preocupação desde a independência do Brasil, onde os intelectuais da época já buscavam uma forma de identificar aspectos em comum que unificassem a nação com um histórico até então nada homogêneo. Desde uma origem criminalizada, até se tornar um dos maiores eventos do mundo, o carnaval a cada ano chama mais atenção, consolidando-se mundo a fora como o principal símbolo da nacionalidade brasileira. No entanto, uma festa desse tamanho e de tal importância não guardaria somente bons frutos. Neste sentido, dois aspectos fazem-se relevantes: casos de mal uso de verba pública e desvio da mesma, além do aumento significante de acidentes de trânsito durante o período. 
           É inegável que o carnaval é um evento que merece o destaque e o incentivo que têm, além de sua importância cultural, o evento fomenta a economia, movimentando bilhões durante o período com a vinda de turistas de todo o mundo, porém, este '' incentivo '' as vezes de modo irresponsável transpassa prioridades, deixando ao acaso fatores de maior importância como saúde e educação, e tratando-se de algo tão lucrativo, muitos aproveitam para de forma ilícita faturar sob o dinheiro público. 
           Além disso, é um período onde o índice de acidentes salta devido a irresponsabilidade no trânsito. Com o aumento do número de condutores embriagados conduzindo os veículos, colocando em perigo a própria vida e a dos demais, as campanhas realizadas passam a ser insuficientes para se alcançar uma solução para a questão que, como apontam pesquisas, o número ainda se mantém alto nos últimos anos.
          Logo, diante de tais argumentos supracitados, vê-se a necessidade por parte do estado de impor limites e responsabilidade aos gastos públicos nas cidades, regulando a origem e o destino da verba de modo transparente para que o dinheiro público gasto se encaminhe de modo ajustado a necessidade da sociedade, e também, cabe ao poder legislativo elaborar leis mais rígidas e punições mais severas para que assim reprima-se os casos de acidentes registrados, e ainda torna-se necessário o incentivo do poder executivo as forças policias locais, ampliando a área de controle para além das rodovias.